terça-feira, 8 de novembro de 2016

Controle diário da oleosidade: saiba como manter a pele sem brilho extra


A oleosidade é um problema que atinge muitas mulheres no Brasil. O clima tropical, a falta de cuidados constantes, distúrbios hormonais e a má alimentação estão entre os fatores que estimulam a produção das glândulas sebáceas e provocam o aspecto brilhoso em várias partes do corpo. Saiba como acabar com essa situação por meio de 4 cuidados diários simples!

1) Invista em dermocosméticos livres de óleo

Para quem tem esse tipo de pele, o recomendável é escolher opções de produtos com efeito opaco, de toque seco, em gel ou oil free. O mesmo vale para maquiagens: vale apostar, principalmente, em bases líquidas de acabamento matte para um resultado bem natural.

2) Use produtos com ação secativa

Opte por sabonetes que contenham substâncias como ácido salicílico, enxofre e menta, que são ativos secativos. Gel e loções hidroalcoólicas, que são adstringentes, e tônicos de limpeza também são recomendados para minimizar o aspecto oleoso.

3) Refresque a pele sempre que possível

A água termal não contém compostos específicos para eliminar o problema, mas é um excelente produto para prevenir o seu aparecimento, já que protege, refresca e diminui o brilho da pele. Sem restrições de uso, ela pode ser borrifada várias vezes ao dia, principalmente para quem está com espinhas, pois ajuda na cicatrização.

4) Atenção no uso de demaquilantes

Após o uso do demaquilante, o ideal é sempre lavar o rosto com um sabonete, prevenindo o aumento de atividade das glândulas sebáceas, devido alguma propriedade do produto.. Lenços removedores de make e produtos aquosos, como a água micelar, são outras alternativas, que deixam a região menos oleosa.
Atente-se a esses fáceis e importantes cuidados diários e tenha uma pele bonita e livre de brilho extra!

Se você gostou das minhas dicas, continue acompanhando o blog da Mayumi Ohasi e me siga nas redes sociais: Facebook, Instagran  Tumblr ;) !
Proxima Anterior Inicio

0 comentários :

Postar um comentário