sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Desvende 4 mitos sobre os poros e saiba como deve ser realizado o tratamento para amenizá-los


Quando a pauta é oleosidade, poros e espinhas, muitas pessoas morrem de medo só de ouvir falar. Mas você sabe o que são esse ‘furinhos’ e por que eles surgem na pele? Segundo a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, Paraná, eles estão conectados às glândulas sebáceas e aos folículos pilosos. “Através dos poros observamos a saída da famosa oleosidade, responsável pela hidratação natural da pele”, explicou. Confira mitos e verdades sobre o tema!

1) A pele oleosa possui poros mais evidentes? Verdade!

De acordo com a médica, pessoas com tendência à pele oleosa possuem glândulas sebáceas mais ativas. “Há maior secreção de sebo e, por consequência, poros mais dilatados. Isso acontece por que o organismo precisa dar vazão para todo esse líquido”, explicou.

2) Ter poros abertos é uma predisposição a ter cravos/espinhas? Verdade!

Todo o tipo de pele possui poros, a diferença está na dilatação. “Pessoas com o rosto mais oleoso possuem esses orifícios mais dilatados, que, consequentemente, são mais preenchidos por secreção sebácea e, por isso, têm cravos mais evidentes”, esclareceu.

3) A água gelada ajuda a fechar os poros? Verdade!

A Dra. Juliana explicou que água gelada promove a contração temporária da pele, enquanto a temperatura mais elevada faz o efeito contrário, dilatando os orifícios. No entanto, ambos atuam de forma temporária.

4) A esfoliação ajuda a diminuir o problema? Mito!

Segundo a dermatologista, a esfoliação não reduz os poros. “O que acontece no processo é a remoção da camada de queratina e outras substâncias que obstruem esse orifício, o que facilita a saída da secreção sebácea e dos cravos”, afirmou.

Descubra como deve ser realizado o tratamento de cravos

Para a Dra. Juliana, é imprescindível o uso de produtos que controlem a oleosidade, especialmente o ácido retinoico. “Para peles sensíveis, o ideal é utilizar ácido glicólico ou salicílico. Em casos muito graves, a isotretinoína oral pode ter como efeito secundário a melhora do aspecto dos poros, já que reduz a oleosidade e também estimula a produção de colágeno. Já em consultório, o melhor procedimento é a aplicação do laser de CO2 ou fracionado não ablativo”, contou.

Se você gostou das minhas dicas, continue acompanhando o blog da Mayumi Ohasi e me siga nas redes sociais: facebook e Instagran  ;) !
Proxima Anterior Inicio

0 comentários :

Postar um comentário