segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Como engravidar de gêmeos


Para quem sonha ter filhos gêmeos e quer saber se há chances de isso acontecer, algumas informações podem ajudar a descobrir qual a possibilidade de uma gravidez múltipla. Esse tipo de gestação acontece graças a fatores genéticos hereditários, idade avançada ou também pode ocorrer em mulheres que usam técnicas de reprodução assistida para engravidar.

Publicidade

Gravidez de gêmeos

Para que uma mulher fique grávida de gêmeos, é preciso que o ovário libere dois ou mais óvulos no mesmo ciclo menstrual. Quando os espermatozoides encontrá-los e fecundá-los, os bebês passarão a se desenvolver dentro do útero ao mesmo tempo, acontecendo assim acontece a gestação de gêmeos bivitelinos, que são aqueles que não são idênticos e podem ou não ter o mesmo sexo.
Há também a possibilidade de uma gestação de gêmeos univitelinos, esses sim com as feições bem parecidas. Acontece quando um único óvulo, fecundado por um só espermatozoide, sofre uma divisão e gera crianças do mesmo sexo e com mesmo material genético.

Fatores genéticos e corporais

É comprovado que uma mulher com casos de gêmeos na família apresenta maiores chances de ficar grávida de gêmeos. Pode ser que a ovulação dupla não aconteça em todos os ciclos menstruais, mas esse fato é bem mais frequente nessa mulher do que naquelas que não têm gestações desse tipo entre os parentes próximos.
Também existem estudos que apontam uma diferença entre grupos étnicos. Segundo especialistas, negras costumam ter ovulações duplas mais frequentemente do que japonesas, por exemplo. Essa diferença pode acontecer graças à variação na concentração do hormônio folículo estimulante (FSH).
Outro grupo que pode ter filhos gêmeos é o das mulheres que beiram a faixa dos 40 anos. Isso porque, com o passar do tempo, o corpo tende a produzir mais hormônios que determinam a produção de óvulos. Portanto, no fim da vida reprodutiva é mais provável que aconteça uma gestação gemelar.

Reprodução assistida

São muitos os casos de gêmeos não idênticos que nascem a partir de da reprodução assistida. Esse fenômeno acontece porque, para que aumentem as chances de gravidez, os especialistas costumam implantar mais de um embrião no útero da mulher. Atualmente, novas técnicas de reprodução evitam gestações gemelares caso seja a vontade da futura mãe.
Tratamentos para fertilidade como indução de ovulação, inseminação artificial, reposição hormonal e fertilização in vitro contribuem também para ovulações múltiplas, que podem resultar em gêmeos bivitelinos.

Filhos gêmeos


Mulheres com casos de gêmeos na família têm mais chances de ter filhos gêmeos.
Especialistas dizem que mulheres negras costumam ter ovulações duplas com mais frequência, aumentando as chances de engravidar de gêmeos.
As mulheres com cerca de 40 anos também podem ter gêmeos, já que com o tempo o corpo produz mais hormônios que determinam a produção de óvulos.
Nos casos de reprodução assistida a gravidez de gêmeos é comum, já que mais de um embrião costuma ser implantado no útero.
O nascimento de gêmeos univitelinos acontece quando um único óvulo é fecundado por um só espermatozoide e sofre uma divisão, gerando crianças do mesmo sexo e idênticas. Já o nascimento de gêmeos bivitelinos, que não são idênticos, acontece quando os espermatozoides encontram dois óvulos no mesmo ciclo menstrual, fecundando-os.

Se você gostou das minhas dicas, continue acompanhando o blog da Mayumi Ohasi e me siga nas redes sociais: facebook e Instagran  ;) !

Proxima Anterior Inicio

0 comentários :

Postar um comentário