segunda-feira, 15 de maio de 2017

Releituras das Épocas na Moda



RELEITURAS DA MODA




·   RENASCIMENTO


Moda masculina:


As vestes mais características desta época no que toca ao sector masculino foi o gibão, que podia ou não dispor de mangas, ou uma túnica simples aberta à frente. Na parte de baixo estes utilizavam um tipo de calções, que começaram por ser bastante longos mas que ao longo dos tempos foram encurtando, usando também meias mais coloridas do que o habitual para épocas anteriores.



Releitura:






Moda feminina:



Os seus vestidos compridos e volumosos, revelavam uma cintura torneada ainda mais delgada pelo uso do espartilho, e, quando os costumes mais liberais o permitiam, podiam mesmo exibir um peito leitoso e adequadamente empoado e pintado com rouge.



releitura:














BARROCO



Moda feminina:

Os vestidos no Barroco, portanto, continuavam a moda do Renascimento. As saias eram moldadas por armações e as mangas eram bufantes e cheias, cobrindo completamente os braços.
As saias passaram a revelar anáguas (sob saias amplas utilizadas para dar volume, decoradas com rendas e babados) devido ao comprimento (encurtamento da saia) ou abertura frontal.




Releitura:









https://youtu.be/SeeupKk8_Gc




ROCOCÓ

Moda feminina:

Os vestidos eram compostos por saia e sobre-saia, isso sobre um corpete ou corselet e as anquinhas, uma armação que era usada nas laterais para dar mais forma a silhueta.
Fitas, babados, flores, amarrações, pérolas, luvas e leques faziam parte da composição do vestuário. Mas tudo isso em grande harmonia, fazendo com que as roupas se tornassem mais românticas e delicadas.


Releitura:







https://youtu.be/kRFbanBfadU




IMPÉRIO

Moda feminina:

As sedas deram lugar ao algodão, a silhueta ficou mais simples e a decoração opulenta foi banida.
A cintura saiu de sua posição natural e definiu-se logo abaixo do busto; espartilhos foram abolidos. O uso de um vestido-de-baixo preservava o recato.



Releitura:









Moda masculina:

Na moda masculina eram comuns figuras como o Dandi, que eram caracterizados pelo uso de cartola, variedade de padrões, roupas ajustadas, lenços e golas.


Releitura:













ROMANTISMO

Moda feminina:


as roupas se tornarem gradativamente mais enfeitadas e decorativas. As saias começaram a ganhar mais volumes com o uso de diversas anáguas para armar ela. O uso do corsets retornou mais severos e a linha da cintura era com alguns centímetros acima da cintura.





Releitura:













ERA VITORIANA:

Moda feminina:

A moda consciente vitoriana criou essa aparência com uma combinação misteriosa de “desconfortável e inconveniente” com “frívolo e decorativo”. As numerosas anáguas pesadas, espartilhos apertados eram escondidos sobre mangas, leques, luvas, chapéus e guarda-sois. Olhando para uma mulher, tínhamos a visão de elegância e graça, com a ilusão de facilidade e conforto.



Releitura:







ALTA COSTURA

O que é:

O que caracteriza a Alta-Costura é a moda exclusiva, feita à mão, com materiais de altíssima qualidade. Quem define o que é e o que não é Alta-Costura é a Chambre Syndicale de la Haute Couture, que revê o grupo de marcas anualmente. O termo é legalmente protegido e controlado e só pode ser usado pelas casas que receberam essa designação pelo Ministro da Indústria na França. Há regras rígidas, como ter um ateliê em Paris, empregar ao menos um staff em tempo integral de 15 pessoas, fazer as peças sob encomenda com ao menos uma prova de roupa e apresentar suas coleções publicamente duas vezes por ano, com ao menos 35 looks para dia e noite.







https://youtu.be/T28X8YLCFTs





Se você gostou das minhas dicas, continue acompanhando o blog da Mayumi Ohasi e me siga nas redes sociais: Facebook, Instagran  Tumblr ☺ !


Proxima Anterior Inicio

0 comentários :

Postar um comentário